17 de nov de 2016

Trupe Mandhala participa de Caravana Tribal Nordeste em Fortaleza


Este ano acontecerá mais uma edição da Caravana Tribal Nordeste, que passou por Feira de Santana em abril, e agora vai para Fortaleza, no Ceará. E a Trupe Mandhala, grupo de Dança Étnica Contemporânea (Dança Tribal) criado em Feira de Santana, participa de mais esta edição, nos dias 19 e 20 de novembro.

A Trupe foi contemplada no Edital de Mobilidade Artística e Cultural da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia para participar desta edição da Caravana Tribal Nordeste, e irá acompanhada também pelos bailarinos - Rony Timas Blastoyse, que atua na pesquisa do Tribal Afro Urbano junto a Trupe e também irá ministrar o workshop; Caíque Melo que também irá se apresentar com a Trupe no show; e o grupo Clanáticas Tribal Fusion Dance, formado por alunas da Prof.ª Mary Figuerêdo (integrante da Trupe Mandhala).


Nesta edição, a Trupe leva os workshops Tribal Ritualístico – Dançando os 4 elementos, e Tribal Afro Urbano. E também se apresentará no Show de Gala levando solos, e a coreografia de grupo intitulada Volante Tribal, que traz como temática o sertão na época de lampião, e que utiliza a música Cabrueira, do músico feirense Bruno Bezerra.

Como contrapartida do projeto contemplado, que conta com o apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia, a Trupe irá realizar posteriormente em sua cidade natal os workshops ministrados na Caravana de Fortaleza de forma gratuita.


SOBRE A CARAVANA TRIBAL NORDESTE

A Caravana Tribal Nordeste é um evento itinerante que existe desde 2009 e busca divulgar e aprofundar os estudos no estilo da Dança Tribal e integra como sede as cidades de João Pessoa sob organização da Cia Lunay, Recife sob organização da Aquarius Cia de Dança, Fortaleza sob organização de Alinne Madelon e Antique Soul Tribal Fusion e Feira de Santana/Salvador sob organização da Trupe Mandhala, recentemente convidada a se juntar ao grupo das organizadoras da Caravana.

O Festival tem sido definitivo para o fortalecimento da cena tribal nordestina. A programação conta com Espetáculo onde se apresentam diversos grupos, além de workshops. Trabalhos de excelente qualidade artística são levados anualmente à Caravana, e há também um foco na pesquisa da fusão do tribal com as danças populares brasileiras de matriz nordestina. O festival já contou também com a participação de atrações internacionais como Mira Betz (EUA), Emine di Cosmo (Buenos Aires) e Anasma (Paris).


Enviado por Mary Figueiredo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui