24 de jan de 2017

Aplicativo permite vigiar os gastos dos deputados federais

Dyelle Menezes

A evolução da transparência no Brasil é clara. Porém, apesar da melhoria com o advento de legislações específicas para o tema, alguns caminhos ainda precisam da ajuda da sociedade para serem descobertos. Para descomplicar os gastos de deputados federais, por exemplo, alunos da Universidade Católica do Rio Grande do Sul desenvolveram um aplicativo.

“Meu Deputado”, que está disponível apenas no formato iOs, na App Store, mostra os gastos dos deputados federais mensalmente. Nele, é possível identificar onde foi investida a verba destinada aos políticos, como divulgação, combustível, passagens áreas, hospedagem, entre outros. “A nossa ideia era fazer um aplicativo que facilitasse a visualização das informações”, afirma Claudio da Silva Dias Junior, um dos desenvolvedores.

O aplicativo também permite que o usuário acesse as notas fiscais referentes aos seus gastos. Uma das opções é enviar um e-mail – já existe um texto base pronto – questionando sobre o destino dos recursos públicos. Segundo Junior, informação é o que o povo brasileiro precisa para mudar o país.

Outras informações, como a presença dos deputados na sessões do Plenário e o posicionamento em relação a votações também estão disponíveis no aplicativo. Além disso, os gastos de cada deputado podem ser comparados conforme a vontade do usuário. Os deputados que o cidadão quiser acompanhar mais de perto podem ser colocados
“Queremos fazer o papel de cidadão não só na hora do voto, mas também acompanhá-los no seu mandato”, explicam o criadores. Os integrantes do grupo que ajudou a elaborar e executar o projeto são Anderson Kloss (Ciência da Computação – PUCRS), Claudio da Silva Dias Junior (Ciência da Computação – PUCRS), Felipe Vielitz (Jogos Digitais – Unisinos), Gianfranco Meneguz (Sistemas para Internet – IFRS), e Kévin Cardoso de Sá (Jogos Digitais – Unisinos).

A ideia surgiu após os alunos serem incitados a desenvolver um aplicativo que compreendesse uma problemática da sociedade. “A política, então, foi o caminho escolhido”, afirma o site da universidade gaúcha.

No próprio aplicativo, os desenvolvedores explicam que escolheram os deputados federais porque são as autoridades que fazem as leis, que afetam direta ou indiretamente os cidadãos brasileiros. “Nem todos nós estamos cientes da importância do cargo. Eles são responsáveis pelo primeiro passo do processo legislativo”, diz texto da página.

Eles também lembram que cada deputado custa cerca de R$ 170 mil por mês. Na conta realizada pelo desenvolvedores estão o salário de R$ 33,7 mil, R$ 92 mil para utilizar em vagas para o gabinete, R$ 4,2 mil para auxílio moradia e até R$ 39,9 mil com verba indenizatória, que depende da região que o deputado representa.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui