30 de jan de 2017

Concurso abre comemorações do centenário do Museu de Arte da Bahia

Foto: Lázaro Menezes

​Estão abertas as inscrições para o concurso de escolha da marca comemorativa do centenário do Museu de Arte da Bahia. O prazo de inscrição se encerra no dia 1º de fevereiro de 2017 e a escolha da marca obedecerá aos critérios de qualidade técnica, originalidade temática, contemporaneidade e viabilidade da aplicação em diferentes suportes. O vencedor receberá o prêmio no valor de R$ 5 mil.

Poderão participar do concurso, interessados brasileiros ou estrangeiros, individualmente ou em equipe. É vedada a inscrição neste concurso de quaisquer membros do Governo do Estado da Bahia. Cada concorrente ou equipe será responsável pela originalidade de seus projetos, garantindo a sua autoria e assumindo toda a responsabilidade decorrente de reclamações de terceiros no que diz respeito ao direito autoral.

As inscrições serão gratuitas e efetuadas por meio de fichas distribuídas presencialmente ou pelo e-mail museudeartedabahia@gmail.com, as quais deverão ser preenchidas e enviadas, sendo acompanhadas de projeto e currículo resumido, Cada concorrente poderá participar com até 03 propostas.

As inscrições deverão ser entregues diretamente no MUSEU DE ARTE DA BAHIA, pelo e-mail museudeartedabahia@gmail.com, ou remetidas pelos sistemas expressos de postagem, (SEDEX, VASPEX, etc.) para o endereço: Avenida 07 de Setembro, 2340 – Corredor da Vitória, CEP: 40.080-001, até o dia 1º de fevereiro de 2017. As inscrições remetidas pelo Correio só serão aceitas com data de postagem até o último dia de inscrição. O Museu de Arte da Bahia é uma unidade do Instituto do Patrimônio Cultural e Artístico (IPAC), órgão da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.

A MARCA E SUA HISTÓRIA


O palacete da Vitória, onde está sediado o Museu de Arte da Bahia, foi enriquecido com vários elementos decorativos provenientes de edificações coloniais, destacando-se a famosa portada seiscentista, proveniente do solar João de Aguiar Matos, demolido para o alargamento da Ladeira da Praça, no Centro Histórico e onde, em 28 de janeiro de 1808, o príncipe D. João VI assinou a Carta Régia que abriu os portos do Brasil às nações amigas.

A portada, que possui moldura em arenito, formada por desenhos de tranças e frontão com volutas, é datada de 1674. A sua porta monumental, em vinhático e jacarandá é trabalhada por sete painéis retangulares com mascarões entalhados, em baixo relevo, que fala-se ser de influência da arte mexicana. O mascarão - símbolo do Museu de Arte da Bahia – foi um elemento frequentemente utilizado na ornamentação barroca, marcada por um intenso dramatismo, exuberância das formas, expressões teatrais e movimento.


CONFIRA O REGULAMENTO DO CONCURSO

https://drive.google.com/file/d/0B3D0pMS8V_3sQkNvUXhsTlZETWM/view


Fonte: Secult/Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui