12 de jan de 2017

Feira de Livros Usados: alternativa para quem busca economia

Com a proximidade do início do ano letivo, a procura pelos materiais escolares com preços mais acessíveis leva os pais a pesquisar. Nesta hora, a Feira de Livros Usados, no estacionamento da Prefeitura, é uma boa alternativa para economizar com a lista de materiais, sobretudo, num cenário de crise e orçamento apertado.
 
Os preços praticados na feira garantem o bom movimento. Os livros seminovos chegam a custar 50% mais barato que nas livrarias. Isso atrai os pais, especialmente aqueles que têm mais de um filho na escola.
 
Segundo o presidente da Associação de Vendedores de Livros Usados de Feira de Santana, Glauber Lira, “a feira é sinônimo de economia”. “Um livro de Química, por exemplo, que numa livraria é vendido por R$ 224, é encontrado por R$ 120”, citou.  
 
Além dos valores mais em conta, o pagamento também é facilitado. As bancas aceitam cartões de crédito e débito. Também podem ser feitas trocas e vendas. O que chama ainda atenção não é a quantidade de livros comercializados, mas a variedade. “A feira de livros é uma excelente alternativa para os pais. Muitos agradecem por ela existir por conta da economia”, diz Glauber Rocha.
 
Renilda Oliveira saiu do município de Riachão do Jacuípe, onde mora, para garantir os livros para seu filho. “Comprar novo sai caro demais”, comenta.
 
A professora Ivonei Moraes também se antecipou e já adquiriu o material escolar do filho, que vai cursar o 1º ano do Ensino Médio. “Vale muito a pena comprar o livro usado. Só é preciso ter paciência para folheá-lo e observar se não há páginas rasgadas ou faltando”, aconselha.     
 
Com tudo isso, o presidente da associação observa uma queda nas vendas de livros seminovos nos últimos três anos. “Atribuo a migração de alunos da rede particular para pública, a reformulação de alguns livros e a adoção de um novo sistema de ensino por parte das escolas baseado em módulos”, pontua Glauber Lira.
 

A Feira de Livro Usado está em sua 12ª edição. Ela foi aberta no dia 4 de janeiro e prossegue até o dia 4 de março. No local atuam 23 vendedores associados.

Fonte: Secom/PMFS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui