11 de jan de 2017

Reisado mantém viva tradição em Tiquaruçu

foto
O cortejo desfilou na tarde deste domingo, 08, na sede do distrito
 
Uma das manifestações culturais mais antigas de Feira de Santana, o Reisado de São Vicente, no distrito de Tiquaruçu, está completando dois séculos de existência com o mesmo vigor de quem está começando uma tradição. O cortejo desfilou na tarde deste domingo, 08, na sede do distrito, atraindo uma multidão de sambadores que mantêm viva uma das manifestações da cultura de raiz mais expressivas no município.
 
A festa de Santos Reis, do Reisado de São Vicente, alimentada pela cultura popular passada através de gerações, ganha impulso ao ser incorporada ao calendário oficial de festejos populares e receber incentivos do Governo Municipal. E vem sendo revigorada com a inclusão de jovens que abraçam a cultura, passada de pais para filhos, e que se misturam aos mais velhos, absorvendo a tradição.
 
Após o tradicional aquecimento na sede da Organização Cultural e Artística Reisado de São Vicente (Orcare), onde sambadores do Reisado se misturaram às pessoas da comunidade no ritmo frenético do samba de roda, o cortejo sugiu a ladeira, percorreu a praça e mostrou toda a performance no palco. 


No local, a antiga participante do grupo cultural Gigi de Antônio Lazinho lembrou de seus esforços para preparar a nova geração de sambadoras. “Estamos no palco para agradecer a vocês por serem fiéis ao Reisado de São Vicente. Quem não valoriza a cultura é porque não conhece os valores desta manifestação cultural”, frisou.
 
Aos 75 anos, Anísio Bispo do Nascimento é um dos membros mais antigos do Reisado de São Vicente e enquanto toca pandeiro mostra que ainda tem todo vigor físico para um bom samba de roda. “É uma tradição da qual participo desde criança e que estou passado para as novas gerações”, afirmou.
 
Um dos organizadores do evento, José Clóves Cerqueira, ressaltou a importância de se manter a tradição, tanto pela preservação da cultura de raiz como também para fortalecer a história de um povo. “A cultura é a principal característica de um povo e é justamente por isto que o Governo Municipal vem investindo na preservação do Reisado de São Vicente”, observou.
 

A mesma opinião é de Solange Oliveira, que aproveitou os festejos de São Vicente para ganhar um dinheiro extra explorando seus dotes culinários. Comercializou quentinhas durante o evento e retorna para casa satisfeita com os resultados. “É a primeira vez que participo do evento e percebo quanto a nossa cultura é rica e o quanto movimenta a economia”.

Fonte: Secom / PMFS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui