15 de jan de 2017

SUS passa a oferecer meditação, arteterapia e reiki

Os benefícios da meditação já estão sendo explorados em diversos âmbitos, como a saúde e a educação. Mas, mesmo que a prática ainda seja pouco encontrada nestes locais, ela tem tudo para conquistar cada vez mais espaço. É o que indica uma nova portaria do Ministério da Saúde, publicada dia 13 de janeiro de 2017, no Diário Oficial da União.

A novidade é que meditação passará a fazer parte dos serviços oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). E não é só esta prática que passa a integrar os serviços médicos oferecidos à população: arteterapia, reiki, musicoterapia, tratamentos naturopáticos, osteopáticos e quiropráticos também fazem parte da nova portaria.

Foto: Ilustração | Hypeness
A partir de agora, todas as práticas passam a integrar a tabela de procedimentos do SUS, o que significa que elas deverão estar disponíveis aos usuários dos serviços públicos de saúde. Outros procedimentos semelhantes já estavam disponíveis no SUS e deverão continuar beneficiando os usuários. É o caso de práticas como a medicina tradicional chinesa, terapia comunitária, dança circular, yoga, oficina de massagem, auriculoterapia, massoterapia e tratamento termal.


Fonte: Hypeness

Colaboração: Alidê Galrão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui