14 de mar de 2017

Fundação Hospitalar de Feira de Santana lança campanha de prevenção ao câncer do colo uterino


O Março Lilás segue até o dia 17
Foto: Jorge Magalhães
Todas as mulheres que têm ou já tiveram atividade sexual devem se submeter ao exame preventivo, principalmente aquelas com idade entre 25 a 64 anos. Através deste exame, que é obtido o diagnóstico do câncer do colo uterino - parte do útero localizado no final da vagina. Para sensibilizar as mulheres a realizar o preventivo e combater o câncer do colo uterino, o Centro Municipal de Prevenção ao Câncer Romilda Maltez (CMPC) deu início, na manhã desta segunda-feira, 13, a campanha Março Lilás.
 
Na abertura, a delegada Clécia Vasconcelos, titular da Deam, proferiu palestra sobre a violência contra a mulher, ressaltando a importância da denúncia. Também foi servido um café da manhã.   A campanha prossegue até o dia 17, uma sexta-feira, com atendimento à população feminina por livre demanda, com consulta de enfermagem, coleta citológica, abordagem sindrômica e encaminhamentos.
 
A diretora-presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana, Gilberte Lucas, afirmou que se houver demanda os atendimentos do Março Lilás poderão ser prorrogados até o final do mês. "Vamos priorizar também os resultados para que todas as mulheres submetidas aos exames recebam o quanto antes", disse. 
 
A dona de casa Maria Angélica de Souza, 52 anos, participou dá abertura do Março Lilás. Ela afirma que realiza o preventivo anualmente. "Sei dá importância desse exame para minha saúde".
 
Chances de cura 
 
O câncer do colo do útero demora anos pra se desenvolver. A alteração das células que dão origem a esse câncer são facilmente identificadas no preventivo. Conforme a doença avança, os principais sintomas são sangramento varginal, corrimento e dor.
 
A principal causa é a infecção por alguns tipos de vírus chamado HPV - Papiloma Vírus Humano. Fatores como início precoce dá atividade sexual, a diversidade de parceiros, o fumo e a má higiene íntima podem facilitar a infecção. Quando descoberto em sua fase inicial, as chances de cura são de 100%. O preventivo deve ser realizado a cada seis meses.
 

A coordenadora do CMPC, Kenia Lasse, afirma que a campanha do Março Lilás  faz parte também  das ações que marcam as comemorações pelo Dia Internacional da Mulher - 8 de março.

Fonte: Secom / PMFS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui