13 de mar de 2017

I Semana Olhares Sobre o Autismo de 27 de março a 2 de abril


Evento é uma iniciativa do grupo Família Azul 
Há aqueles que não interagem. São observadores. Outros são mais inquietos e, às vezes, agressivos. A maioria expressa suas emoções por movimentos estereotipados, ou seja, são repetitivos e restritos. Cada um dos autistas é único com suas dificuldades e possibilidades. De 27 de março a 2 de abril será realizado em Feira de Santana a I Semana Olhares Sobre o Autismo, cujo objetivo é chamar a atenção da sociedade para o TEA – Transtorno do Espectro Autista.
A abertura do evento vai ocorrer no dia 27 de março com a I Mostra Fotográfica Olhares Sobre o Autismo, no Boulevard Shopping, a partir das 16h.
A programação continua de 28 a 31 de março, no Teatro Ângela Oliveira, do Centro de Cultura Maestro Miro, no bairro Muchila, com ciclo de palestras, oficinas e mesa redonda, reunido profissionais de várias áreas, sobretudo da Saúde, para falar dos desafios, a vivência familiar, o acolhimento, a importância do atendimento multidisciplinar em pacientes autistas, entre outros temas. O evento será destinado a profissionais de saúde, educadores e familiares.  
Já no dia 2 de abril, Dia Mundial de Conscientização do Autismo, haverá uma caminhada na avenida Getúlio Vargas, a partir das 8h. A concentração será nas imediações do Feira Palace Hotel com destino ao estacionamento da Prefeitura, onde será servido um café da manhã.

“A Semana Olhares Sobre o Autismo tem a proposta de capacitar os profissionais de saúde para identificar os sinais de uma criança com autismo e assim chegar ao diagnóstico. Quanto mais tardio, maiores serão as dificuldades desse indivíduo se socializar”, afirma Cintia Souza, uma das idealizadoras do Família Azul.
De acordo com ela, que é mãe de uma criança autista, há ainda pais que não aceitam o diagnóstico de um filho autista. “É preciso superarmos isso. Basta conhecer para conviver”, diz.

O autismo é caracterizado como leve, moderado, severo e grave. O indivíduo com esse transtorno é único no seu jeito de ser. “São pessoas que se dedicam ao que gostam. São os melhores no que fazem”, pontua.

Fonte: Secom/PMFS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui