3 de mar de 2017

Quaresma com abundância de ingredientes para caruru no Centro de Abastecimento de Feira de Santana

Foto: Washington Nery


O período da Quaresma começou, na Quarta-feira de Cinzas, com abundância na oferta de ingredientes para o caruru, um dos principais pratos típicos da época, à venda no Centro de Abastecimento. E para atender a clientela, os comerciantes já estão com estoques garantidos e uma grande variedade de produtos e com preços variados.
 
Quiabo, azeite, castanha, amendoim, leite de coco, camarão, gengibre, são ingredientes necessários para quem deseja manter a tradição das comemorações da Semana Santa. Mas também tem as massas prontas para serem cozidas, o que poupa o trabalho de quem vai cozinhar.
 
Este ano o litro da castanha está custando R$ 24,00 e o quilo custa em torno de R$ 48,00. Já o litro de amendoim está por R$ 7,00, a medida por R$ 2,00 e o quilo custa R$ 14,00. Já o camarão doce custa em média R$ 3,00 o litro, já o camarão salgado está sendo vendido em torno de R$ 10,00 o litro enquanto o quilo varia entre R$ 40,00 a R$ 65,00.
 
Para os vendedores, a expectativa é de aquecimento nas vendas ainda nos próximos dias. “Quanto mais a Semana Santa vai se aproximando mais as vendas melhoram. E já estamos aqui preparados para atender a todos”, afirmou a vendedora Adelina Barbosa da Silva.
 
A vendedora Valberte Palmeira Dantas explica o motivo no aumento dos preços de alguns produtos este ano. “Com a falta de chuva na região, não tivemos caju e com isso também não tivemos a castanha. E o camarão também está ficando escasso, segundo os nossos fornecedores”, ressaltou.
 

Os preços dos produtos, este ano, foram majorados, mas nem por isso os clientes estão deixando de manter a tradição. “O jeito é diminuir o volume de compras mas a gente não pode deixar de comprar e garantir esta tradição. Só que é preciso pesquisar antes de comprar, porque oferta tem muita mas os preços estão salgados”, afirmou a professora Zenaide Miranda de  Andrade.

Fonte: Secom / PMFS 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui