5 de abr de 2017

Percussão e música eletrônica se unem nas intervenções musicais do Som na Concha do TCA

A baiana Larissa Luz abre a noite para o rapper Criolo e seu show Ainda Há Tempo


DJ Babi Colzatto | Foto: Divulgação 

A segunda noite desta edição do Som na Concha, próximo dia 8 (sábado), trará intervenções musicais inusitadas em parceria com o projeto Janela Baiana, promovido pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), que tem como propósito principal estimular a presença e a participação de artistas locais nos eventosO público será recebido pelo timbau do percussionista Dedé Reis, que se juntará ao berimbau de Lucas Vinícius em uma interação com a playlist da DJ Babi Colzatto. As apresentações antecedem o show de abertura com a cantora Larissa Luz e a grande atração da noite, o rapper paulista Criolo.

Primeiro nome quando o assunto é toca-discos em Salvador, a DJ Babi traz para o Som na Concha um misto de modernidade e tradição, apresentando um conceito arrojado e urbano aliado aos clássicos vinis e toca-discos. Duas paixões, a música e as décadas de 70/90, inspiram a Babi Colzatto a ser mais do que uma simples DJ e, sim, viver junto com o público as emoções que suas notas e batidas proporcionam.


Interagindo com a seleção de musical da DJ, o timbau de Dedé Reis ecoará nas escadarias da Concha. Cria do Candeal e amante da batida percussiva, Dedé iniciou sua carreira musical bem novo, aos 11 anos, e coleciona em sua trajetória gravações e participações com Carlinhos Brown, Ivete Sangalo, Daniela Mercury, Margareth Menezes, Caetano Veloso, Scorpions, Rick Martin, Paco de Lucia, Dj Dero, The Black Eyed Paes e tantos outros nomes da música nacional e internacional.

Quem também trará o som percussivo para Concha é Lucas Vinicius e o seu berimbau. Com uma carreira consagrada, Lucas começou a tocar aos cinco anos de idade e já gravou com grandes artistas como Arnaldo Antunes, Sarajane, Magary Lord, Sérgio Mendes e Grupo Palavra Cantada, além de participar  de diversos festivais e workshops de música pelo mundo. Há cinco anos o músico faz parte da banda de Carlinhos Brown e roda o mundo levando o som percussivo da Bahia.

SHOWS – Rapper, cantor, compositor e uma das grandes revelações da música brasileira na última década, Criolo é a próxima atração do projeto Som na Concha, que tem patrocínio da Vivo, via plataforma Vivo Transforma. O filho de cearenses – declarado nordestino de alma -, nascido no bairro paulistano do Grajaú, local que inspira muitas das suas canções, Criolo irá apresentar o show “Ainda há Tempo”. A abertura da noite, às 18h, será com a baiana Larissa Luz. Os ingressos estão à venda por R$ 40 e R$20 (cota de 40% de meia entrada), na bilheteria e balcões do TCA e no site ingressorapido.com.br.

SOM NA CONCHA – Com estreia em 2012 em temporada que trouxe para a Concha Acústica shows de Arnaldo Antunes e Tom Zé, o projeto Som na Concha está de volta em 2017 com três edições de dois shows por dia, sendo uma apresentação por mês, de março a maio. O projeto é uma realização Trevo Produções, com consultoria de marketing cultural da Caderno 2 Produções e patrocínio da Vivo e do Governo do Estado, através do Fazcultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.

Serviço:

O que: Som na Concha
Quem: Criolo I Show de abertura: Larissa Luz
Intervenções: Dedé Reis, Lucas Vinícius e DJ Babi Colzatto
Quando: Dia 8 (sábado), às 18h
Onde: Concha Acústica do Teatro Castro Alves
Quanto: R$40 e R$20 (cota de 40% de meia entrada) / Exigida apresentação de carteira de estudante na entrada do show
Ingressos: Bilheteria e balcões do TCA e no site www.ingressorapido.com.br

Fonte: Assessoria de Imprensa - Viva Comunicação Interativa
Tatiane Freitas | Rafaela Ventura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui