7 de jul de 2017

Mindset: como a mudança de atitude pode levar a aprovação



Você já parou para pensar para onde estão te levando as suas escolhas?
Sabemos que cada decisão, por menor que seja nos abre um caminho para determinadas situações e se nos policiarmos podemos observar que um passo condiciona o próximo passo. Quando temos um objetivo em vista, os passos para o sucesso são praticamente, garantidos. E é exatamente esta a proposta do Mindset.
Se você está cansado e até triste por motivos de: procrastinação, falta de motivação ou até mesmo falta de incentivo financeiro, existe uma solução. Mas, não pense que esta é uma fórmula feita, tampouco autoajuda.
Agora, vamos ao que realmente, interessa.

O que é Mindset?

Em poucas palavras, Mindset é uma espécie de treinamento da mente para que seja a, princípio feita uma avaliação do que você está fazendo agora e o porquê você o faz. Em seguida, é importante fazer uma limpeza geral nas coisas que não acrescentam em absolutamente nada em sua vida e assim abrir espaço na mente para compreender de forma clara e objetiva, qual é o seu verdadeiro propósito.


Conceitualmente, a tradução do termo, aproxima-se de “Atitude mental”, “Modelos Mentais” e ainda “Mentalidade”. Este pequeno termo abrange um leque de abordagens importantes para modificar o padrão de vida do indivíduo em prol de um objetivo, seja qual for, como passar em um concurso público por exemplo.
Vale ressaltar que este conteúdo não tem nada a ver com autoajuda e menos ainda como o “milagre do pensamento positivo. Sim, concordamos que o pensamento positivo é poderoso, mas sem atitude proativa é praticamente inútil.
Mindset surgiu como uma ramificação bem sucedida da PNL (Programação Neurolinguistica). Enquanto a PNL visava a conjuntura dos efeitos que condicionavam determinados comportamentos, o Mindset por sua vez reuniu estudos que comprovam que podemos induzir determinados estímulos a fim de gerar padrões de pensamentos e consequentemente, de comportamento.
Por este motivo que dizemos que problemas com desmotivação, caos de ideias pode ser solucionado com a configuração mental.

Como Mindset influência no rendimento dos estudantes?

mindset
Muitas vezes o problema do estudante não é falta de vontade ou de capacidade. Quando nos deparamos com uma vontade muito intensa de mudar de vida ou estamos diante de alguma dificuldade é normal que se produza carga de estresse. Este estresse prejudica os rendimentos na aprendizagem por diversos motivos. O mais importante deles é, sem dúvidas o desanimo.
Primeiro vem o desanimo, depois a desmotivação, segue para a preocupação ou desespero e por muitas vezes, finaliza com a desistência. Alguns persistem, porém passam horas exaustivas dividido a tendência em aprender com a tensão de não conseguir.
Para estudantes que praticam o Mindset, este processo mencionado no parágrafo acima não acontece. Isto por apenas, um motivo. É extremamente proibido adotar padrões de pensamentos que os levem no caminho oposto da aprovação.
Para potencializar o roteiro da sua nova atitude mental, que será apresentado mais adiante, preste atenção nestas definições  sobre os principais tipos de Mindset:

Mindset fixo

Neste modelo é possível basear-se em características positivas da personalidade e explorá-las a fim de que esta abrangência gere algum resultado. Por exemplo, suponhamos que você seja uma pessoa muito gentil, atenciosa e cativante, naturalmente. A partir destas qualidade é possível definir vários aspectos da vida para se dar bem. Este modelo é muito utilizado em testes vocacionais.
Em soma, se você quer ser aprovado em um concurso apenas a atenção será mais efetiva entre as demais características positivas supracitadas.

Mindset Expandido

Neste outro exemplo, a configuração mental requer maior esforço, pois as características positivas devem ser criadas e as já existentes, devem ser evoluídas. É exatamente sobre este modelo que detalharemos a seguir. É nesta perspectiva que você deve se ater para alcançar a aprovação.

Modelo Mindset aplicado à Concursos Públicos

modelo mindset
Este modelo serve para todo e qualquer processo seletivo que envolva estudos, seja ele para concursos públicos ou até mesmo direcionado para vestibulares, ENEM ou provas afins.
Aqui vamos dar o passo a passo da reprogramação mental para você começar hoje mesmo a mudar suas atitudes e caminhar, apenas, em caminho à aprovação. Fique tranquilo, não é encantamento e nem hipnose. É ciência neurolinguistica!

Passo 1: Defina o Seu Objetivo

Claro, que se você está aqui atento a estas linhas o seu objetivo é passar em um concurso. Ok! Mas, qual concurso? Para qual cargo? Em que você quer trabalhar por vários e longos anos de sua vida?
Qualquer um além de não ser a resposta para essas questões, também não representa um objetivo definido.
Se você quer passar em um concurso, é primordial saber qual cargo você quer exercer em sua vida. Se você se candidata para arquivista, eletricista, bancário, assistente contábil… Além de perder tempo, dinheiro e desperdiçar conhecimento e estudo, a chance de ser aprovado se distanciará cada vez mais.
Foque em uma profissão e a siga sem êxito. Até passar!

Passo 2: Pare Para Pensar

Com o objetivo já definido, agora é hora de pensar. Pare algum tempo, tire um período para si mesmo e pense em tudo o que você já passou em sua vida. O porquê o seu objetivo é tão significativo para você.
Caso já tenha passado por algum processo seletivo e não obteve êxito, avalie os motivos, causas, motivos pelos quais as suas pernas te guiaram à reprovação. Reviva as sensações mais intensas daqueles momentos.
Este período de introspecção pode ser considerado um passo atrás para potencializar o impulso. É uma etapa muito importante. Caso deseje, pode colar o emblema ou deixá-la como proteção de tela de seu computador, para significar as janelas da memória e não esquecer que tem um objetivo a cumprir em um determinado prazo.

Passo 3: Planeje

Na etapa de planejamento, você deve escrever o mais objetivo e claro possível o mapa onde estará traçado o início, as etapas do percurso e o fim.

·         Início

Elenque o que tem em mãos para começar a estudar para conseguir aprovação em determinado cargo.
Por exemplo, suponhamos que você esteja partindo para um cargo de Arquivista. Então, pesquise todas as oportunidades possíveis de concursos para este cargo. Baixe todos os editais. Contabilize o tempo e dinheiro de investimento.
Se você não tem muito dinheiro para todas as inscrições pague as que puder e empenhe o seu tempo (mesmo que seja pouco) com atenção e muita inteligência aplicada.
Não encha a sua mesa de material achando que isto te levará a algum lugar. Quanto menor e mais completo for o volume do material, maior será a sua eficiência.
Determine quanto tempo se dedicará aos estudos por dia ou por semana e não quebre este padrão em hipótese alguma. Pode ser flexível, por isso respeite o tempo diário pré-estabelecido por você mesmo, pense muito bem quando for decidir sobre o tempo de estudos, distribua a sua empolgação por todo o processo e não apenas ao início.

·         Mudança de pensamentos

A este ponto o terreno já está bem arrumado para que se plante as ideias com o intuito de colher aprovação. Frequentemente, esta etapa inicial de planejamento é onde todos se empolgam, alguns fazem planejamentos dignos de prêmios. Mas na hora da ação tudo é deixado para o dia seguinte.
Muitas pessoas deixam para o dia seguinte o início da execução de seus projetos pelo fato destes serem tão perfeitos que devem ser iniciados com perfeição. O problema é que nesta etapa inicial ainda estamos obedecendo padrões negativos, não adotamos com eficiência as mudanças com tanta facilidade e rapidez.
Começar é o primeiro passo para estar dentro da execução. Tenha em mente que o mundo das ideias é diferente do mundo da realização. Tenha em mente isto e trabalhe. Alimente a sua aprovação. Saia do padrão de pensamentos do tipo: “Parece que nunca chega ao fim” ou “Quanto mais eu estudo, mais acho o que estudar.”
Os padrões devem ser modificados positivamente sem sair da realidade possível daquele momento. Enquanto sua atenção está voltada para a matéria, certamente não cairá em desuso ou nas falácias da imaginação. Ao invés de reclamar sobre a quantidade de estudo, aceite o desafio que propôs a si mesmo e se alegre de estar encontrando dúvidas e assuntos que deverá estudar a mais para não cair em pegadinhas.

·         Estratégias

Pense nos recursos como agregadores potentes de ensino. Selecione bons e poucos aplicativos, sites, blogs com assuntos ricos e relevantes que o auxiliem tanto na matéria em si, quanto na chamada “preguiça ativa”.
A preguiça ativa funciona da seguinte maneira. Quando estiver estressado e cansado, relaxe a mente com sites, blogs, vídeos e outras fontes de informação mais dinâmicas. Sobre motivação, depoimentos, técnicas de estudos etc.
A parte difícil, porém uma das mais importantes é: selecione as pessoas de seu convívio. Não, você não tem que romper amizades e nem laços familiares, mas reajustar a intensidade e direcionamento de sua atenção. Sair com um amigo para tomar um sorvete pode ser interessante, mas se ele não está compartilhando a mesma experiência que você, não saberá ajuda-lo sobre nada a respeito, porém dará palpites.
Diminua o tempo fora de seu projeto. Passar em um concurso não é como mudar de casa, é como mudar toda a estrutura de vida. Prefira conhecer e compartilhar ideias com aqueles que estão na mesma estrada que você, mas nunca se deixe cair nas armadilhas do negativismo (inveja, medo e/ou preocupação).
Lembre-se, o caminho do concurseiro pode parecer igual, mas a história e o modo de fazer de cada um é único. Confie no seu modo de caminhada e esteja seguro de que é certo e bem planejado.
Crie estratégia, mas não extrapole. Perder tempo, quando se trata de concurso, é algo imperdoável.

·         Mudança de comportamento

Quando você começar a conceber a ideia de mudar certos comportamentos e adotar novos hábitos, tenha certeza que inconscientemente muita coisa já mudou.
Faça amizades e frequente lugares destinados a estudantes de processos seletivos difíceis. Mas, faça amizade mesmo, tente compreender que como você, existe muitos outros guerreiros em busca de aprovação.
Adote hábitos que melhorem o seu condicionamento físico dia após dia.

·         Marketing Pessoal

Não é pra sair por aí representando o próprio Narcíseo. Mas, melhore sua imagem pessoal. Modere a linguagem, saiba que os experts da língua portuguesa podem vacilar por causa dos vícios de linguagem transcritos sem que eles percebam.

·         Aprovação e recomeço

Quando seu nome estiver estampado na lista dos aprovados a mistura da múltiplas sensações é uma mensagem de que tudo mudou para sempre. É a certeza de que a sua vida será realmente outra.
Caso seu nome não esteja na lista, não é o fim, mas também não é o recomeço e sim a continuação desta estrada.
A sua aprovação já existe, você só precisa chegar até lá.
E se você ainda tá sofrendo de procrastinação, navegue pelo Canal do Ensino e acabe agora com este problema.
Esperamos que este conteúdo possa lhe ser útil neste momento. Se você gostou deixe seu like para que tenhamos um senso de avaliação deste texto e lembre-se, quem divide informação multiplica o conhecimento. Compartilhe!
Fonte: Canal do Ensino 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui